top of page
Buscar

MICRODODAGEM DE PSICODÉLICOS PODEM AJUDAR NA DEPRESSÃO?

Atualizado: 15 de mai. de 2023


A psilocibina desliga as partes depressivas do cérebro!


Estudos controlados revelaram que os cogumelos mágicos podem realmente tratar expande a mente, altera a consciência e, na verdade, desliga a parte do cérebro responsável pela depressão. Os pesquisadores "colocaram eletrodos nessa parte do cérebro para desligá-lo. Seria muito mais simples e seguro usar psilocibina em vez de eletrodos". Quanto mais essas partes do cérebro foram desligadas, menos intensamente as pessoas relataram suas mudanças na percepção, escreveram os pesquisadores na Proceedings of the National Academy of Sciences. “Uma das partes do cérebro que é marcadamente desligada [com a psilocibina] é o córtex cingulado anterior, que é particularmente hiperativo em pessoas com depressão”, disse David Nutt, professor de neuropsicofarmacologia no Imperial College, em Londres.


Evitando Efeitos Colaterais no Tratamento Tradicional da Depressão

Tratar a depressão pode ser um desafio não apenas porque alguns tipos de depressão são resistentes ao tratamento, mas também porque as terapias existentes têm uma série de efeitos colaterais indesejados. Dois estudos recentes mostraram que o composto psicoativo psilocibina pode reduzir sentimentos de ansiedade e depressão em pessoas com câncer avançado, enquanto outro pequeno estudo sugeriu que o composto poderia ter sucesso onde o tratamento anterior para depressão falhou. Usando ressonância magnética funcional (fMRI), a equipe escaneou os cérebros dos participantes enquanto observavam imagens de expressões emotivas. Os exames foram feitos antes e depois de cada intervenção medicamentosa. Um desses efeitos adversos freqüentemente relatados por pessoas que vivem com depressão é o "embotamento emocional", indiferença ou apatia que acompanha o uso de antidepressivos. Os autores do estudo explicam: “Com base nos presentes resultados, propomos que a psilocibina com apoio psicológico seja uma abordagem de tratamento que potencialmente revive a capacidade de resposta emocional na depressão, permitindo que os pacientes se reconectem com suas emoções”. Para avaliar o impacto do tratamento na depressão, todos os sujeitos receberam apoio psicológico antes, durante e após a intervenção. Um novo estudo – realizado por pesquisadores do Imperial College London (ICL) no Reino Unido – sugere que os cogumelos mágicos podem tratar a depressão, evitando esses efeitos colaterais. Após o tratamento, os participantes relataram sentir-se melhor, "reconectados emocionalmente e receptivos". A nova pesquisa consiste em dois estudos, ambos liderados por Leor Roseman, membro do Grupo de Pesquisa Psicodélica da ICL.


O que aconteceu com o cérebro no estudo?

Usando ressonância magnética funcional (fMRI), a equipe escaneou os cérebros dos participantes enquanto observavam imagens de expressões emotivas. Os exames foram feitos antes e depois de cada intervenção medicamentosa. Um desses efeitos adversos freqüentemente relatados por pessoas que vivem com depressão é o "embotamento emocional", indiferença ou apatia que acompanha o uso de antidepressivos. Os autores do estudo explicam: “Com base nos presentes resultados, propomos que a psilocibina com apoio psicológico seja uma abordagem de tratamento que potencialmente revive a capacidade de resposta emocional na depressão, permitindo que os pacientes se reconectem com suas emoções”. Para avaliar o impacto do tratamento na depressão, todos os sujeitos receberam apoio psicológico antes, durante e após a intervenção. Um novo estudo – realizado por pesquisadores do Imperial College London (ICL) no Reino Unido – sugere que os cogumelos mágicos podem tratar a depressão, evitando esses efeitos colaterais. Após o tratamento, os participantes relataram sentir-se melhor, "reconectados emocionalmente e receptivos".


Ainda quer saber mais?

Tenho ouvido muito sobre a psilocibina, mas sinceramente não tenho certeza do que ela faz

O ingrediente ativo dos “cogumelos mágicos” é a psilocibina. Este é um elemento não tóxico. Embora você possa ter ouvido que nossa reação aos cogumelos é uma forma de envenenamento, muito parecida com o álcool, isso simplesmente não é verdade. Este produto químico interage com seu sistema de serotonina para produzir o efeito psicodélico. Na verdade, a psilocibina é uma das substâncias menos tóxicas que você pode ingerir e que mudará sua consciência. Foi demonstrado repetidamente que a psilocibina promove a neurogênese, o crescimento de novas células cerebrais e pode reparar danos fisiológicos ao cérebro.


Isso me assusta, mas também ouvi dizer que pode ajudar?


Temos sorte de viver em uma época em que os efeitos curativos dos psicodélicos finalmente podem ser estudados adequadamente. Vou ter uma viagem BAD? Cientistas do Imperial College London concluíram que administrar doses controladas de psilocibina a indivíduos que antes eram resistentes ao tratamento com antidepressivos comuns levou a “reduções duradouras na gravidade dos sintomas”. Como é comumente conhecido, grande parte da depressão decorre de viver no passado e grande parte da ansiedade decorre de viver no futuro. os cogumelos de silocibina nos ajudam a estar totalmente presentes. Somos capazes de observar o mundo e a nós mesmos exatamente como eles são neste momento. O resultado geralmente é uma atitude mais despreocupada e aberta em relação às nossas vidas. Podemos parar por um momento para ganhar gratidão por nossas muitas bênçãos. tem um blog sobre a segurança física da psilocibina que contém algumas das melhores e mais recentes pesquisas disponíveis.


Você está pronto para se curar?

Pense nisso! E se quiser transformar a sua viva eu vou te ajudar nessa nova jornada.



22 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page